BOLETIM DE OCORRÊNCIAS

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Pânico no Hospital São Francisco Xavier

VAZAMENTO DE GÁS

Princípio de vazamento de gás assustou funcionários e pacientes
Um princípio de vazamento de gás no segundo andar do Hospital São Francisco Xavier (HSFX), onde funciona a Unidade de Tratamento Intensivo Neonatal (UTI), assustou funcionários e pacientes na manhã desta terça-feira (20). Bombeiros da Companhia de Itaguaí foram acionados por funcionários HSFX e constataram um cheiro forte de gás. Equipes do Grupamento de Operações com Produtos Perigosos (GOPP), Defesa Civil e INEA/SOPEA (Instituto Estadual do Meio Ambiente – Operações de Emergências Ambientais) foram acionadas.
Vazamento de gás mobilizou Bombeiros, Defesa Civil, Grupo de Operações com Produtos Perigosos e Inea (FOTO CARLOS ROBERTO)
Vazamento de gás mobilizou Bombeiros, Defesa Civil, Grupo de Operações com Produtos Perigosos e Inea (FOTO CARLOS ROBERTO)
Segundo o comandante do Corpo de Bombeiros de Itaguaí, Carlos Castanho, todo o segundo andar do hospital foi evacuado e os três recém-nascidos que estavam em incubadoras foram levados para uma enfermaria sem risco de qualquer acidente.  Ainda segundo o capitão, o Instituto Estadual do Ambiente (Inea), também esteve no local para certificarem de que não havia risco de mais vazamento na UTI Neonatal.
Em nota a prefeitura informa que a UTI Neonatal permanece fechada por 24 horasA assessoria de imprensa da Prefeitura de Itaguaí informou que o forte odor no HSFX, lembrando cheiro de amônia, ocorreu no Centro Cirúrgico e no Berçário Intermediário. E que Além das equipes do Corpo de Bombeiros, do Grupo de Operações com Produtos Perigosos (GOPP), da Defesa Civil e INEA/SOPEA (Instituto Estadual do Meio Ambiente – Operações de Emergências Ambientais), as Secretarias de Saúde, Meio Ambiente e Transporte também foram acionadas, caso fosse necessário deslocamento de algum paciente.
A assessoria informou ainda que após minuciosa varredura no local e nada ser encontrado, foi firmado o compromisso de isolar imediatamente o ambiente e os órgãos competentes serem chamados caso houvesse nova incidência do odor, que será monitorado por um técnico da Secretaria do Meio Ambiente durante 24 horas, emitindo parecer ao final de cada visita.
O centro cirúrgico e o berçário do Hospital São Francisco Xavier permanecem por 24 horas fechados para esterilização
Contradições nas informaçõesA assessoria de imprensa do Inea informou que técnicos do Serviço de Operações de Emergência (Sopea) e da Superintendência Regional Baía de Sepetiba do Inea estiveram no hospital devido a denúncias de um odor muito forte na unidade. E que a Sopea fez a medição de gases tóxicos, mas nada foi detectado.
Ainda segundo a assessoria, houve posteriormente uma reunião com a participação de bombeiros e da Secretaria de Meio Ambiente de Itaguaí. Tendo em vista que não foi detectada a fonte do princípio de vazamento de gás, os bombeiros e o Inea foram favoráveis a que o local ficasse interditado, mas a diretoria do hospital assumiu total responsabilidade pela continuidade do funcionamento, tendo em vista que se trata de uma unidade de saúde essencial para a região.

Colisão entre dois ônibus deixa 15 feridos em Itaguaí

MAIS UM ACIDENTE

Cerca de duas semanas depois que um grave acidente causou a morte de seis pessoas em Itaguaí, depois que um ônibus da empresa Cidade Itaguaí despencou do viaduto sobre a linha férrea, a cidade volta a se abalar com outro acontecimento do gênero, dessa vez envolvendo dois ônibus da mesma empresa, que se chocaram de frente na Estrada dos Teixeiras, no bairro Amendoeira, por volta das 14h desta terça-feira (20). Segundo as primeiras informações os coletivos se chocaram numa curva. Passageiros ouvidos pela reportagem disseram que o choque aconteceu quando um dos veículos teria balançado. No total 15 pessoas ficaram feridas, entre elas quatro menores de idade, e foram socorridas por equipes do Corpo de Bombeiros. Dez vítimas deram entrada no Hospital Municipal São Francisco Xavier, em Itaguaí. Outras 5 estão sob cuidados médicos no Hospital Pedro II, em Santa Cruz.
DSC_0293
Bombeiros socorrem as vítimas do acidente (FOTO CARLOS ROBERTO)
Ouvido pela reportagem do Atual, o morador Sebastião Firmino disse que outros acidentes já aconteceram naquele ponto pelo fato da curva na estrada ser muito acentuada. Os ônibus. com as placas LOOO-0271 Rio De Janeiro -RJ e LTL0535 Rio de JANEIRO – RJ.  envolvidos no acidente fazem a mesma linha ligando Itaguaí ao bairro Teixeira. Antes mesmo de as equipes do socorro chegarem ao local, algumas vítimas eram levadas para o hospital por motoristas que passavam pelo local. A operação de resgate mobilizou agentes do Corpo de Bombeiros, do Samu, da Defesa Civil e da Guarda Municipal. A maioria das vítimas sofreu ferimentos na face. Pelo menos uma passageira teve fratura no fêmur.

Identificados os três mortos em confronto no Sase

INVESTIGAÇÕES DECISIVAS
Foram identificados como Leandro Souza de Jesus, de 23 anos; Jackson Costa de Souza, de 24; e Rodrigo Santos Dias, de 18, os homens mortos na madrugada de segunda-feira, no bairro Parque Paraíso, também conhecido como Sase, em Itaguaí. Leandro e Rodrigo foram sepultados em Itaguaí, enquanto Jackson foi enterrado em Santa Cruz. Eles foram baleados durante confronto com policiais militares, que chegaram ao local através de investigações. De acordo com o tenente Tiago Moraes, comandante da 5ª Companhia do 24º BPM, o policiamento no bairro foi reforçado para coibir eventuais atitudes como represália.

Identificados os três mortos em confronto no Sase

INVESTIGAÇÕES DECISIVAS
Foram identificados como Leandro Souza de Jesus, de 23 anos; Jackson Costa de Souza, de 24; e Rodrigo Santos Dias, de 18, os homens mortos na madrugada de segunda-feira, no bairro Parque Paraíso, também conhecido como Sase, em Itaguaí. Leandro e Rodrigo foram sepultados em Itaguaí, enquanto Jackson foi enterrado em Santa Cruz. Eles foram baleados durante confronto com policiais militares, que chegaram ao local através de investigações. De acordo com o tenente Tiago Moraes, comandante da 5ª Companhia do 24º BPM, o policiamento no bairro foi reforçado para coibir eventuais atitudes como represália.

Homem é surpreendido portando drogas e arma

DENÚCIA ANÕNIMA

Denúncia anônima motivou a operação policial
 Um homem identificado como Luiz Carlos Freitas, de 59 anos, foi preso ao ser flagrado com 86 cápsulas de cocaína, um revólver calibre 38 mm e um punhal. A prisão aconteceu na noite de sábado (17), por volta das 21h30. Ele recebeu voz de prisão sob a acusação de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. A ocorrência foi registrada na 56ª DP (Comendador Soares), em Nova Iguaçu. Já o acusado foi encaminhado à 50ª DP (Itaguaí).
FORAM APREENDIDOS 86 cápsulas de cocaína, um revólver calibre 38 mm e um punhal  (FOTO DIVULGAÇÃO )
FORAM APREENDIDOS 86 cápsulas de cocaína, um revólver calibre 38 mm e um punhal
(FOTO DIVULGAÇÃO )
A operação foi desencadeada a partir de uma denúncia anônima dando conta de que um suspeito estaria traficando entorpecentes, o que motivou a movimentação dos policiais do 24º BPM (Queimados) e do Destacamento de Policiamento Ostensivo de Coroa Grande. Eles seguiram até a Rua Cintia Costa, próximo da igreja católica, no bairro Coroa Grande, em Itaguaí, local onde o acusado foi abordado.

Troca de tiros deixa três mortos em Itaguaí

CONFRONTO NO SASE

Em confronto com policiais do 24º BPM, homens possuíam armas de uso exclusivo da polícia
 Três suspeitos de tentativa de assalto morreram em um confronto com policiais do 24º BPM (Queimados), na madrugada de segunda-feira (19), na Rua Tupiniquins, no bairro Parque Paraíso, também conhecido como Sase. Com eles foram encontradas armas de uso exclusivo da policia. Ninguém foi preso. O fato foi registrado na 56ª DP (Comendador Soares), em Nova Iguaçu.
ARMAS DE uso exclusivo da PM foram resgatadas (FOTO DIVULGAÇÃO )
ARMAS DE uso exclusivo da PM foram resgatadas (FOTO DIVULGAÇÃO )
Tudo começou quando policiais da 50ª DP (Itaguaí) foram informados de uma tentativa de assalto, por volta das 21h30.  A partir do comunicado, policiais do 24º BPM (Queimados) foram acionados para averiguar o local, momento em que, recebidos a tiros, acabaram reagindo, provocando um intenso confronto que causou pânico entre os moradores da localidade.
De acordo com o tenente Tiago Moraes, comandante da 5ª Companhia do 24º BPM, o policiamento nas imediações do lugar onde houve o confronto já foi reforçado para combater eventuais atitudes como represália.

terça-feira, 6 de agosto de 2013

“Aquilo não era pista clandestina”

DIREITO DE RESPOSTA

Praticante de voo livre, Hudson da Silva Loureiro, rebate crítica sobre suposta pista clandestina no Loteamento Frontal das Ilhas
 Praticante de voo livre há mais de 15 anos, Hudson da Silva Loureiro, popularmente conhecido como Peixe do Voo, rebateu as críticas de que existia discórdia por parte de moradores do Loteamento Frontal das Ilhas, em Coroa Grande, quanto à prática da atividade naquela região. Ele aproveita a ocasião para esclarecer algumas questões como, por exemplo, a de que teria construído uma pista clandestina de pouso e decolagem no local, e um hangar para abrigar as aeronaves. “Primeiro, nunca existiu conflito com os moradores. A grande maioria apoiava a iniciativa. O problema todo está sendo causado por apenas uma pessoa, que nem aqui vive, e é somente veranista”, enfatiza. “Quanto à pista clandestina que estão falando por aí, eu nunca fiz isso. Entretanto, o espaço eu classifico como uma área de lazer, onde eu reunia amigos nos finais de semana. Consiste num manguezal, onde a geografia favorece a prática de pouso e decolagem”, comenta, lembrando que no espaço haviam outras atividades como campeonatos de pipa, cães, bicicross e até cabo de guerra.
COBERTURA QUE servia para abrigar material de voo foi desativada (FOTO FRANCISCO LEÃO)
COBERTURA QUE servia para abrigar material de voo foi desativada (FOTO FRANCISCO LEÃO)
Outro ponto ressaltado por Hudson diz respeito à retirada, esta semana, de uma cobertura para abrigar o material de voo. A medida, de acordo com ele, foi uma determinação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente. “Sim, foi uma ordem da secretaria para que eu retirasse o material de lá. Inclusive, recebemos a notícia com muita tristeza. Contudo, quero deixar bem claro que a máquina usada no serviço foi alugada por mim”, argumenta.
HUDSON LOUREIRO: era turismo e bom para o desenvolvimento da cidade (FOTO FRANCISCO LEÃO)
HUDSON LOUREIRO: era turismo e bom para o desenvolvimento da cidade (FOTO FRANCISCO LEÃO)
Quanto à prática de voo livre no município de Itaguaí, Hudson comenta que todos os praticantes sempre primavam pela segurança. “O material sempre estava com a manutenção em dia. O esporte não oferecia risco a ninguém, já que não voávamos em cima das casas”, assegura. “Aquilo era turismo. Era bom para o desenvolvimento da cidade. Pena que não teve incentivo. Há anos vinha batalhando sozinho para a sua disseminação. Infelizmente não tive apoio. Eu me sinto traído. Muita gente me elogiava no começo. Hoje, só restou muito desânimo”, completa.
Questionado sobre o que fará daqui para frente, já que está privado daquilo que mais gosta, voar, Hudson afirma que já tem um destino certo. “Agora vou voar na Fazenda Ribeirão, em Barra do Piraí”, conclui.

Confronto em Muriqui deixa um morto e dois feridos

Uma troca de tiros entre policiais militares e supostos traficantes na madrugada desta sexta-feira (2), no bairro Cachoeira II, em Muriqui, resultou na morte de Geovane Silva Nascimento, de 23 anos, vulgo Amoroso. Segundo a polícia, ele era morador do conjunto Amarelinho, em Irajá, Zona Norte do Rio e suspeito fazer parte do tráfico de drogas em Cachoeira II.Com ele os militares encontraram uma pistola, dois carregadores e drogas.

2013-08-01_20-45-04_867
Pistola encontrada com o suposto traficante morto na troca de tiros com a polícia
Durante o confronto outro suposto traficante identificado como, Valdinei Valdir de Moura, ficou ferido na perna e se encontra internado no Hospital Municipal Victor de Souza Breves, em Mangaratiba sob escolta da PM. Na investida um policial também foi baleado no braço, mas não corre risco de morte.
A operação foi realizada por do 33º BPM (Angra dos Reis)  juntamente com a P2 e a Patamo da 1ª Companhia sob o comando do capitão da policia militar Sérgio Amparo.

Bebê de apenas 13 dias é tirada dos braços da mãe, que acabou assassinada, na Zona Oeste do Rio

Francisco de Assis mostra a foto da filha Jennifer de Assis
Francisco de Assis mostra a foto da filha Jennifer de Assis Foto: Rafael Soares



Jenifer da Silva Araújo, de apenas 13 dias, teve a mãe assassinada e está desaparecida desde a última segunda-feira, por volta do meio-dia. Diana Oliveira estava com o bebê, quando as duas foram abordadas por um casal, em frente a um posto de saúde, na comunidade do Terreirão, no Recreio. O delegado Fábio Cardoso, da Divisão de Homicídios (DH), já tem imagens do BRT Transoeste, que mostram uma mulher com um neném fugindo num ônibus com destino a Santa Cruz.
— A mãe foi encontrada com panos ao redor do rosto e do pescoço e com as mãos amarradas para trás. A causa da morte foi confirmada, pelos peritos, como asfixia — contou Cardoso.
O corpo da mulher foi encontrado em um terreno próximo à unidade hospitalar, onde foi fazer um curso de amamentação. O marido da vítima e pai da criança, Francisco de Assis, foi ao local e reconheceu o corpo. Ele afirmou ao EXTRA que a mulher, no dia anterior ao curso, não queria ir ao posto e não disse o motivo.
— Não tenho ideia do que aconteceu. Não conheço essa mulher que levou Jenifer. Viemos do Ceará em 2008 e estávamos construindo uma vida aqui. Tenho um emprego e minha mulher ia começar a trabalhar como doméstica. Agora perdi minha mulher e minha filha está com criminosos — disse Francisco.
Diana Oliveira da Silva, morta no Recreio após ser sequestrada com a filha
Diana Oliveira da Silva, morta no Recreio após ser sequestrada com a filha Foto: Rafael Soares
Testemunhas relataram a agentes da DH que viram uma mulher suja de terra com um bebê num ônibus do BRT. Carla Bispo, vizinha da vítima, estava nesse ônibus e reconheceu a criança:
— Abordei a mulher e disse que a menina era filha de uma amiga minha. Ela disse que não. Respondi que não ia esquecer o rosto dela e não esqueci — disse Carla.
Protesto
Uma manifestação de amigos e parentes da família interditou a Avenida das Américas, na altura da estação Notre Dame, e causou uma paralisação em toda a extensão do BRT por volta das 18h. O serviço ficou suspenso por 40 minutos, mas voltou a operar por volta das 18h50m, após o desbloqueio da via.
Imagens
O delegado Fábio Cardoso já tem imagens da sequestradora carregando o bebê por duas estações do BRT. Numa das imagens, ela passa pela roleta na estação do Recreio Shopping. Ela salta na estação Notre Dame, onde percebe que o ônibus não vai levá-la ao destino que deseja. Depois de conversar com algumas pessoas na plataforma, ela embarca num ônibus para Santa Cruz.
Chá de bebê
No fim de semana, Francisco e Diana fizeram um chá de bebê com os amigos. O casal mora na comunidade do Terreirão . A família de Diana mora em Boa Viagem, no Ceará, e ficou sabendo do que aconteceu ontem à noite. Os pais de Diana querem que o corpo seja velado na terra natal da mulher. Entretanto, a família não tem recursos para o transporte do corpo.


Leia mais: http://extra.globo.com/casos-de-policia/bebe-de-apenas-13-dias-tirada-dos-bracos-da-mae-que-acabou-assassinada-na-zona-oeste-do-rio-9367485.html#ixzz2bCsV6XYH

Corpo do meliante Psico é encontrado no Cação

Um corpo de um homem foi encontrado por volta das 8h da manhã desta sexta-feira (2), no bairro Brisamar, na localidade conhecida popularmente como Cação. Segundo os policiais do 24° BPM (Queimados), havia várias perfurações no corpo do homem. A vítima foi identificada como Lucas Evangelista Ribeiro, vulgo Psico, e, segundo agentes da 50ª DP, contra ele existia dois mandatos de prisão que estava sendo procurado há três meses. Peritos de Campo Grande estiveram na localidade em busca de alguma pista que possa dar um rumo para as investigações.